FALE CONOSCO




BLOG

Fique por dentro das últimas novidades



Como saber se meu gramado não está saudável

Como saber se meu gramado não está saudável
04 de Abril de 2021   |   Paisagismo | Meio Ambiente | Ecologia | Jardins Inteligentes | Irrigação

O outono chegou e logo vem o inverno por aqui. Proprietários de casas em todos os lugares logo estarão avaliando seus gramados para fazer suas casas se destacarem na vizinhança. A chave para toda essa diversão é um gramado saudável. Então, como saber se o seu gramado está saudável ou não? E, mais importante, se houver um problema, como você o reconhece e age rapidamente para corrigi-lo?


O grupo Le Nôtre tem mais de trinta anos de experiência no cuidado de jardins e gramados. Para ajudar você a cuidar do seu gramado, compilamos uma lista simples de maneiras de verificar a saúde do seu gramado. Comece com estas dicas e certifique-se de nos consultar se precisar de algum apoio para deixar o gramado em boa forma antes do seu primeiro churrasco de outono!


Como saber se meu gramado não está saudável?


Problemas de gramado podem se mover rapidamente em todo o gramado e criar um problema grande e caro, enquanto afetam seriamente a saúde do seu gramado. Compreender as doenças comuns do gramado e como identificá-las precocemente pode ajudá-lo a eliminar os problemas pela raiz. A seguir estão os sinais mais comuns de um gramado doente:


Gramado seco - Seu gramado deve ser hidratado adequadamente para se manter saudável. Procure por sinais de desidratação em seu gramado e trate-os antes que aumentem. Você também pode inserir uma chave de fenda no solo. (Se entrar suavemente no solo, seu solo está devidamente hidratado.)


Invasão de insetos e outras pragas - insetos como páquinhas, colchonilhas, ácaros e percevejos podem destruir seu gramado. Ficar de olho em insetos e gramíneas pode ser essencial para prevenir uma invasão em grande escala.


Ervas daninhas - é importante garantir que seu gramado não seja invadido por ervas daninhas que competem por nutrientes, espaço, água e luz solar. Se você notar pequenas manchas de ervas daninhas, pode ser normal, mas fique de olho nas áreas que parecem estar ficando grandes e fora de controle.


Solo compactado - se o seu solo tiver muito tráfego, ele pode se tornar compactado e duro. Isso pode criar um problema, pois os nutrientes e a água não conseguirão se infiltrar no solo para chegar às raízes da planta. Esteja atento a esse problema em áreas onde carros ou tráfego de pedestres passam com frequência em seu gramado.


Redução do gramado - Um ponto vazio no quintal é um sinal óbvio de um gramado insalubre. O desgaste da grama pode ser um sinal de um problema maior e deve ser resolvido imediatamente.



O que posso fazer para manter meu gramado saudável?


Rega - Sem dúvidas o mais importante fator para se ter um gramado saudável é a rega, um gramado bem regado já está meio caminho andado de se manter sempre saudável e longe de pragas. Recomenda-se fortemente sempre a elaboração de um projeto de irrigação automática bem como sua instalação utilizando-se de aspersores e rotores bem posicionados. No entanto, fique sempre de olho para não regar demais seu gramado, água em excesso é tão prejudicial quanto pouca água!
Nossas equipes são treinadas e tem larga experiência na confecção de projetos de irrigação bem como instalação de sistemas de irrigação automática para jardins, gramados e campos de futebol! Procure sempre um especialista.


Aeração - O fundamento por trás da aeração do solo é que, assim como você, as raízes das plantas precisam respirar. A aeração consiste em perfurar o solo ou remover pequenos pontos de grama para permitir que o ar, a água e os nutrientes penetrem e cheguem nas raízes. Isso ajuda elas a crescerem e se manterem saudáveis. A aeração é ainda mais relevante em solos compactados, seja de forma natural pela ação do tempo, seja pelo pisoteio intenso. Os gramados em áreas de acesso, de passagem, campos esportivos, etc, acabam sendo os principais cultivos que necessitam de aeração regular.



Fertilizar - a fertilização também ajuda muito a manter o seu gramado saudável. Seu protocolo de fertilizante deve ser atendido para atender às necessidades exclusivas do seu gramado, mas aqui estão algumas práticas recomendadas. Se sua grama tem manchas brancas, pode ser necessário usar um agente fertilizante com alto teor de fósforo, pois esse mineral estimula o desenvolvimento de mudas e raízes. Se sua grama está sofrendo de condições extremamente secas, um fertilizante rico em potássio pode ser uma escolha melhor, pois promove tolerância contra doenças e seca. Não existe aqui fórmula pronta, um gramado pode precisar de fertilizantes diferentes em cada uma de suas partes. Cuidado também na aplicação, fertilizante mal aplicado pode estragar seu gramado!


Quando devo ligar para uma empresa profissional no cuidado com o gramado?


Quando as coisas saem do controle, você sempre pode chamar os profissionais para assumir o trabalho pesado, se o gramado parecer insalubre. Você pode até chamar os profissionais para ajudá-lo com cuidados preventivos e manutenção para ajudar a interromper os problemas antes que aconteçam. O Grupo Le Nôtre tem sido recurso indispensável para o cuidado de gramados de qualidade desde 1990. Nossa equipe de profissionais experientes no cuidado do gramado pode ajudar a diagnosticar e resolver os problemas do seu gramado.

GALERIA DE IMAGENS





Compartilhe



VOLTAR



















Ficou interessado
em nossos projetos?

Cadastre suas informações que em breve entraremos em contato.